Além de poder atuar como consultor ou educador em empresas privadas e no setor público, o aluno de Economia também poderá utilizar seus conhecimentos nos departamentos de Economia e Finanças de diversas instituições.

A faculdade de economia tem a vantagem de trazer benefícios não apenas para o campo profissional mas também para a vida pessoal e financeira do futuro economista. O estudante costuma focar o conhecimento adquirido na graduação como ferramenta para obter emprego em grandes empresas, mas é preciso ressaltar que o aprendizado também agrega valor a suas finanças pessoais.

Neste artigo, discutiremos os diferenciais que a graduação em Ciências Econômicas proporciona ao profissional.

Educação financeira em ascensão

O Brasil é um país cuja população nem sempre sabe lidar com o dinheiro, o que resulta em uma má administração do salário e na geração de dívidas. O cartão de crédito e o cheque especial são os campeões das taxas de juros, sendo que, em certas situações, vale mais a pena fazer um empréstimo pessoal parcelado para liquidar o saldo devedor e pagar juros menores.

Essas noções básicas de economia facilitam muito a tomada de decisão e planejamento do orçamento familiar. É por isso que um profissional de Ciências Econômicas possui larga vantagem em relação à população e outros investidores. A educação financeira mostra-se cada vez mais importante para estabelecer hábitos “saudáveis”, principalmente em tempos de crises econômicas. Prova disso é o aumento no índice de conhecimento do brasileiro a respeito do assunto, conforme pesquisa da Serasa Experian.

Ensino de educação financeira para crianças e adultos

Muitas escolas já estão implementando a educação financeira como matéria na grade curricular, tamanha a importância do tema. O economista pode atuar como um consultor, auxiliando na elaboração de aulas, palestras e projetos sobre gastos pessoais. Grandes empresas, como Johnson&Johnson, Natura e Azul Linhas Aéreas procuram auxiliar seus funcionários, promovendo debates e cursos sobre planejamento doméstico. Esse tipo de postura é na verdade um investimento: nota-se que quando a situação financeira dos empregados está controlada, há um aumento na produtividade e bem-estar. O trabalhador endividado tem um perfil facilmente identificável:  com mais faltas e menos foco no dia a dia, em razão de seus problemas pessoais.

Estima-se que 27% das empresas brasileiras ofereçam algum tipo de instrução a seus empregados, seja de prevenção de endividamento ou orientação financeira. Esse número tende a crescer, pois é uma tendência no meio corporativo, com isso há um aumento na procura de profissionais especializados no assunto para atuarem em consultoria.

Economia na gestão financeira de pequenas e médias empresas

O empreendedorismo é um tema recorrente no mundo dos negócios e ganha destaque em tempos de desemprego. Ao mesmo tempo, também é grande o número de novas empresas que vão à falência em seus primeiros anos de vida.

Além do capital inicial, há diversos outros fatores que devem ser analisados no momento da abertura do negócio próprio. Neste quesito, novamente o economista possui um diferencial de grande importância, já que na faculdade de economia conta com disciplinas de conteúdo valioso para o mundo dos negócios.

Diferenciais do currículo de Ciências Econômicas

A grade curricular de Ciências Econômicas na Unisul engloba diversas matérias que auxiliam o profissional a ganhar destaque no mercado de trabalho em relação a outros cursos. Isso porque ela envolve disciplinas de administração e contabilidade, como Gestão Empreendedora e Orçamentária, Jogos Empresariais e temas referentes a custos e preços, balanço patrimonial e relatórios de desempenho.

Isso significa que além de poder atuar como consultor ou educador em empresas privadas e no setor público, o aluno de Economia também poderá utilizar seus conhecimentos nos departamentos de Economia e Finanças de diversas instituições (além de aproveitar as matérias para administrar suas próprias finanças).

Curso de Economia a distância

Optando por um curso a distância, o estudante consegue aliar sua rotina atual aos horários de estudo, sem precisar se locomover até a universidade todos os dias. Dessa forma, ele escolhe como, quando e onde realizar as atividades do curso, seja em casa, no computador, tablet ou até mesmo em seu horário de almoço. A educação a distância (EaD) facilita o acesso à faculdade, quebrando as barreiras da distância e promovendo ensino de qualidade.

Visite a página de Ciências Econômicas na UnisulVirtual e saiba mais sobre o curso de Economia da Unisul, consulte a grade curricular, polos presenciais,  forma de ingresso facilitado, duração e valor da mensalidade.

De que outras maneiras você acredita que o aluno de Ciências Econômicas pode se diferenciar no mercado de trabalho? Deixe seu comentário!

e-book-economia-negocios-de-impacto-social