Considerados parte da área de TI, os cursos de Sistemas para Internet e Engenharia de Software podem apresentar diferenças. Mas quais são elas?

O campo de Tecnologia da Informação (TI), apesar de ser bastante abrangente no que diz respeito à absorção de profissionais, algumas vezes pode necessitar de determinadas características que as pessoas devem ter para que sejam destinadas às suas áreas e, assim, desenvolvem seu trabalho da melhor forma.

Uma das grandes dúvidas é saber diferenciar todos os cursos da área, como Sistemas para Internet e Engenharia de Software, entre outros. É que todos derivam de uma mesma base, a lógica e a programação, fazendo com que os profissionais se qualifiquem com o foco da graduação escolhida.

Esse post tem o objetivo de ressaltar as diferenças entre esses dois cursos da área de TI. Afinal, como escolher entre Sistemas para Internet e Engenharia de Software?

Sistemas para Internet ou Engenharia de Software?

Conforme dito acima, Sistemas para Internet e Engenharia de Software, além de outros cursos voltados para a área de TI, derivam de uma mesma base, que é o conhecimento e a aplicação de lógica e programação.

Sendo assim, qual a diferença entre eles?

Sistemas para Internet

Mais focado na construção e no desenvolvimento voltado para a web e com uma duração média de dois anos e meio, o curso de Sistemas para Internet forma o profissional que é responsável por projetar, desenvolver e implantar sites de internet. Ele também tem a responsabilidade de montar sites em redes internas (chamadas de intranet) e implementar sites para o comércio eletrônico.

Em um curso de Sistemas para Internet, o desenvolvimento de programas, interfaces e aplicativos de diferentes áreas que utilizam a web como forma de comunicação faz parte da grade de disciplinas, além de conhecimentos em gestão de projetos, fundamentos de redes de computadores, segurança da informação e banco de dados.

O curso é voltado para profissionais que querem se especializar no gerenciamento de projetos de sistemas e aplicações para a web, sempre atuando com tecnologias inovadoras, como a computação móvel, as redes sem fio e o cloud computing, com uma rápida inserção no mercado.

É importante salientar que a atuação é abrangente, diversificada e dinâmica a partir do perfil do curso, pois o foco em desenvolvimento de aplicações e sistemas para a internet faz parte do dia a dia de um mercado cada vez mais tecnológico e inovador.

Engenharia de Software

Por também ser um curso de engenharia, em geral a sua duração é de cinco anos. Seu objetivo é formar profissionais que atuem na melhoria e na inovação dos sistemas existentes, além de poder se fazer presente em planejamento, construção, gestão e manutenção de processos computacionais.

Pode-se dizer que o engenheiro de software se dedica ao desenvolvimento de softwares e programas de computador, com a responsabilidade de projetar esses novos programas, além de fazer a sua manutenção e a sua revisão.

Outros requisitos que estão sob a responsabilidade do engenheiro de software são a criação de plataformas digitais, jogos e aplicativos de diversas áreas, o que contribui para a versatilidade desse profissional em um ambiente cada vez mais tecnológico e digital.

Pode-se dizer que o engenheiro de software é o profissional que utilizará a lógica e a metodologia de resolução de problemas para implementar melhorias e criar novas soluções para processos e serviços de uma empresa.

Esse profissional pode atuar tanto em empresas públicas quanto privadas, de todos os tamanhos. Também pode se especializar em áreas como:

  • Administração de sistemas de informação;
  • Análise de sistemas;
  • Arquitetura de softwares;
  • Análise de qualidade de softwares;
  • Gerenciamento de projetos de sistemas;
  • Gerenciamento de sistemas;
  • Projeção de interfaces.

Ficou mais claro? 

Com a influência da tecnologia nas constantes mudanças no mercado de trabalho e no mercado consumidor, os profissionais dessa área a identificam como sendo bastante promissora para quem opta pelos cursos de Sistemas para Internet e Engenharia de Software.

Sendo assim, o profissional que deseja ingressar em um curso de Sistemas para Internet ou Engenharia de Software conta com um cenário bastante interessante, dado a demanda por esses especialistas nas empresas.

Saiba mais sobre o nosso curso de graduação em Sistemas para Internet e impulsione a sua carreira em uma instituição sólida e que se preocupa com a sua aprendizagem!