Reunir inovação e sustentabilidade é um desafio para muitas empresas, governos e organizações que querem viabilizar esse conceito na prática. A inovação, além de trazer um novo olhar, permite construir novas concepções e evoluir na questão do desenvolvimento sustentável.

Pensando nisso, separamos alguns projetos ambientais inovadores e inspiradores que estão promovendo uma revolução em diversos setores, transformando o que antes era um problema em parte de uma nova solução. Confira!

1) Aprendizagem e consumo consciente

Desenvolvida pelo Instituto Akatu, a Edukatu é uma plataforma de aprendizagem direcionada para alunos e professores do Ensino Fundamental que incentiva a troca de conhecimentos sobre o consumo consciente. Através de circuitos de aprendizagem, o aluno é desafiado a solucionar problemas relativos ao tema, discuti-los com outros internautas da plataforma, além de promover ações práticas na própria escola e nas comunidades do entorno que são impactadas pelo projeto.

A plataforma exerce um papel importante na mobilização dos alunos e professores, permitindo que tanto as escolhas quanto as comunidades se engajem continuamente com a questão do consumo consciente.

A ferramenta é inovadora, pois a partir de recursos tecnológicos, o projeto desenvolveu para o público jovem uma ferramenta única de educação ambiental que promove ações, permitindo assim a construção da sustentabilidade na prática. 

2) Garrafas PET e decoração 

Produzir laminados decorativos a partir de garrafas PET usadas. Essa foi a inovação promovida pela Lamiecco, uma empresa gaúcha que, utilizando alta tecnologia, conseguiu chegar a um produto de qualidade cuja matéria prima é considerada quase como um problema ambiental. Devido à dificuldade de separação dos diversos polímeros que constituem uma garrafa PET, seu processo de reciclagem é extremamente caro e difícil, o que torna esse resíduo abundante em um grande desafio para a sustentabilidade.

Os laminados decorativos são ideais para o revestimento de projetos em marcenaria, indústrias moveleiras, arquitetura decorativa e promocional.

3) Biotecnologia para o tratamento de lodo

Foi através de muito estudo sobre técnicas de redução de biossólidos que uma empresa do interior de São Paulo desenvolveu um produto biotecnológico para a redução do volume de lodo gerado a partir de bactérias filamentosas. A Ecosynth, por meio de um ativador metabólico, conseguiu chegar a um produto que promove a purificação da água e do esgoto, a remoção de óleo de efluentes nas plantas de filtração, gerando um mínimo impacto ao meio ambiente. Hoje a empresa atua em diversas empresas promovendo o controle eficiente do lodo em estações de tratamento.

4) Infraestrutura urbana sustentável 

Indicado como um dos melhores projetos de acordo com o relatório global “Infraestrutura 100: Cidades Mundiais”, o projeto Cidade Inteligente Búzios promove a sustentabilidade na produção e no consumo de energia dentro da infraestrutura urbana.

No projeto Cidade Inteligente, uma rede automatizada integra as tecnologias tradicionais com soluções inovadoras que melhoram a flexibilidade e a gestão da informação. Por meio dessa rede será possível, entre outras coisas, promover um gerenciamento inteligente de energia através um medidor eletrônico, que irá mensurar o consumo com precisão e trocar informações técnicas e comerciais com o cliente. Por meio dessas informações detalhadas, o ciente tem um panorama acerca de o seu consumo e pode programá-lo nos horários de tarifa mais em conta, por exemplo, economizando assim cerca de 30% nos gastos de energia.

O Projeto Cidade Inteligente Búzios também conta com outras ferramentas que permitem que o cliente consuma, produza e reintroduza energia no sistema de acordo com suas necessidades pessoais.

Gostou dessas informações e quer focar sua atuação em sustentabilidade e inovação?

Então conheça nosso curso de graduação de Gestão Ambiental a distância.

Comece a aprender antes mesmo do curso começar, com os e-books gratuitos sobre gestão Ambiental do blog Mercado em Foco!