Entenda o que faz esse profissional e descubra quais são as principais áreas de atuação para paisagistas.

Quer saber quais são as principais áreas de atuação para paisagistas? Por conta da crescente preocupação das pessoas com questões ambientais e qualidade de vida nas cidades, esses profissionais ganham mais importância e possibilidades de atuação.

Eles podem trabalhar em projetos para diversos espaços públicos e privados, como praças, parques, estabelecimentos comerciais, casas, apartamentos e jardins, entre outros. Por isso, existem diferentes áreas de atuação para paisagistas no mercado de arquitetura.

Esse post ajudará você a entender mais sobre a profissão e a saber em quais áreas pode atuar como paisagista. Acompanhe!

O que faz um arquiteto paisagista

Antes de falarmos sobre as principais áreas de atuação para paisagistas, é importante que os arquitetos que desejam trabalhar com paisagismo entendam quais as funções do profissional e por que ele é essencial para o nosso bem-estar.

Qualquer pessoa que vive em cidade sabe como é difícil encontrar áreas verdes. Além da falta de conscientização ambiental e social em muitos lugares, o pouco planejamento dos centros urbanos também colabora para desequilíbrio, degradação e ineficiência em diversos espaços livres.

É aí que o arquiteto paisagista entra em cena. Afinal, ele é uma das peças-chave para o bem-estar dos moradores das cidades. A funcionalidade dos espaços livres  elementos estéticos, vegetação, conforto e harmonia  é capaz de impactar o cotidiano das pessoas.

4 áreas de atuação para paisagistas

1. Paisagem e ambiente

Essa é uma das áreas de atuação para paisagistas em que os profissionais precisam valorizar, acima de tudo, o equilíbrio ambiental nos projetos de concepção de espaços públicos e privados nas cidades. Com foco na harmonia entre os elementos urbanos e naturais, eles utilizam métodos e técnicas para fazer o melhor aproveitamento possível de espaços livres.

Os profissionais que atuam nessa área exercem um papel fundamental no planejamento das cidades, pois uma de suas funções é melhorar as condições climáticas e preservar os ecossistemas locais. Com o rápido crescimento dos centros urbanos, essas são demandas cada vez mais urgentes.

Para isso, é preciso um amplo domínio não apenas de habilidades da arquitetura, mas também entendimento sobre meio ambiente, ecossistemas regionais, vegetação e topografia, entre outros assuntos ligados à ciência.

2. Arquitetura da paisagem

O profissional que trabalha com arquitetura da paisagem também pode atuar tanto no setor público quanto no privado. A sua principal especialidade é oferecer soluções para problemas urbanos e ambientas que estão ligados à arquitetura.

Por isso, essa é uma das áreas de atuação para paisagistas na qual o profissional precisa levar em consideração os aspectos estéticos e ambientais em seus projetos, além de ter que lidar com a questão da funcionalidade do espaço.

3. Arquitetura de interiores e paisagismo

Como o próprio nome já diz, entre as áreas de atuação para paisagistas, essa é a que aplica os conhecimentos e as técnicas do paisagismo em projetos de arquitetura de interiores. Apesar de se tratarem de projetos em menor escala, esse profissional costuma contar com a ajuda de uma equipe multidisciplinar para elaborá-los e executá-los.

A ideia é trabalhar os elementos estéticos do ambiente, utilizando plantas e objetos personalizados para criar uma atmosfera de conforto nos espaços internos. A arquitetura de interiores e paisagismo também leva em consideração as necessidades humanas, criando ambientes lúdicos e funcionais com o objetivo de fazer com que as pessoas se sintam fisicamente e psicologicamente confortáveis.

4. Paisagismo em espaços públicos e privados

Como já vimos, outras áreas de atuação para paisagistas incluem projetos em espaços públicos e privados. Porém, o profissional que escolhe esse nicho trabalha majoritariamente com residências  sejam apartamentos ou casas  empresas, edifícios e condomínios.

Apesar de serem espaços bastante diversos (em áreas de lazer, descanso, trabalho ou moradia), o paisagista que atua nesse ramo valoriza principalmente o bem-estar das pessoas que vivem e convivem em qualquer um deles.

Gostou do post? Que tal acompanhar a Unisul no Facebook e ficar por dentro de todos os nossos conteúdos?