Você sabe dizer quais as diferenças entre as Engenharias, ou até mesmo o que difere o curso de Jornalismo do de Relações Públicas? E Arquitetura e Design de Interiores?

Pois é, dentro de uma mesma área do conhecimento existem centenas de possibilidades de profissões a serem exploradas. Definir as áreas de interesse é mais simples, porque fala de linhas gerais de aptidões e gostos. No entanto, fazer a escolha de um curso em específico fica bem mais complicado.

Alguns cursos como Medicina e Administração permitem que você faça essa delimitação enquanto esta cursando, oferecendo a possibilidade buscar disciplinas de especialização em uma determinada área. Outras não. As engenharias, por exemplo, podem dar possibilidades de mobilidade entre elas, mas não em todos os casos.

Por isso, é essencial ter uma base sólida de informações antes de escolher o curso universitário que você pretende fazer.

Como escolher o curso universitário correto para você?

Ao se deparar com algumas possibilidades dentro de uma mesma área é necessário um pouco de tempo e atenção para fazer a escolha certa. Os diferentes direcionamentos podem parecer ter diferenças simples, mas na verdade têm áreas de atuação bem distintas.

Enumerar todas as diferentes segmentações dentro desta área é o primeiro passo para saber com quais possibilidades você está lidando e poder riscá-las com facilidade. Você pensa em trabalhar com questões geológicas e de construção? Então engenharias do Petróleo, Civil, Ambiental, Cartográfica, Minas, Sanitária, Agrícola e Produção podem estar no seu radar. Já Controle e Automação, Sanitária e Mecatrônica estão cortadas.

Não tenha medo de separar uma lista grande de opções. Pesquise superficialmente cada uma delas e vá averiguando quais têm mais afinidade com você. Aos poucos as possibilidades vão reduzindo.

Como um terceiro passo, verifique o mercado de trabalho delas e quais as atividades que são demandadas no dia a dia das profissões. Você pode perceber que algumas não irão se inserir adequadamente dentro das suas pretensões. Elimine-as!

Quando ficar com no máximo três opções, faça uma pesquisa mais aprofundada sobre a grade curricular dos cursos, o mercado atual, as empresas que contratam esses profissionais, as médias salariais, as atividades e especializações necessárias. Converse com alguns profissionais que atuam na área para saber como realmente é o dia a dia deles.

Ajuda profissional para a escolher um direcionamento

Escolher o curso universitário pode realmente ser uma tarefa trabalhosa e mais longa do que você imagina. Mas pense que uma escolha correta pode te poupar muita dor de cabeça e frustração no futuro.

Nesta fase é comum os estudantes buscarem auxílio em profissionais e técnicas que facilitem a decisão por uma profissão, especialmente quando ela tem muitas ramificações. Um psicólogo especializado em orientação vocacional ou um coaching vocacional são opções interessantes.