Vários estudantes focam tanto os estudos em matemática, biologia, física, química e português que esquecem de acompanhar o jornal e outros meios de comunicação para saber o que acontece no mundo neste período que antecede o vestibular. Mas conhecimentos gerais são, sim, conteúdos cobrados em processos seletivos e o estudante também deve reservar um tempo para eles.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), por exemplo, coloca “conhecimentos gerais” como um braço da prova de Ciências Humanas e suas tecnologias. Na descrição do site do MEC, o conteúdo aparece como mesmo peso de Geografia, História, Filosofia e Sociologia. A demanda, no entanto, não é sobre detalhes do acontecimento, mas linhas gerais do que está em debate.

Além disso, é comum os processos seletivos e vestibulares utilizarem acontecimentos que estão sendo debatidos pela sociedade como tema da prova de redação. Neste caso, ter uma noção de vários argumentos sobre o mesmo tema auxilia a discorrer de forma mais coerente e precisa.

Como estudar para uma prova de conhecimentos gerais:

 1. Acompanhe o noticiário

Jornais, revistas, internet, televisão, blogs. Mantenha contato pelo menos uma vez por dia com algum programa jornalístico para se manter atualizado. Desta maneira você terá acesso a um pouco de conteúdo diariamente e não irá comprometer a rotina de estudos.

2. Selecione referências

Colunistas, blogueiros e vloggers são boas pessoas para acompanhar em momentos de estudar conhecimentos gerais. Normalmente eles discorrem sobre assuntos e não apenas soltam as informações, o que ajuda na hora de montar um argumento. Mas é bom selecionar apenas alguns para não se sobrecarregar de conteúdos e perder tempo.

3. Procure opiniões diferentes sobre o mesmo tema

Quanto mais informações e pontos de vista sobre o mesmo tema você tiver, maior será o seu poder de argumentação em uma prova discursiva. Esse pode ser um bom ponto decisor de quais referências você irá acompanhar.

4. Escreva sobre os temas

Uma excelente maneira de treinar os conhecimentos gerais é semanalmente fazer uma redação sobre um tema que está sendo bastante debatido. Além de pesquisar mais sobre ele, você também trabalha a questão de escrita e aprende a elencar melhor os argumentos. Se possível, entregue o conteúdo para a revisão de um professor.

5. Estude história e os contextos

O maior erro de quem quer se manter atualizado e estudar conhecimentos gerais é acreditar que isso se refere apenas ao que foi notícia. O que é cobrado em processos seletivos, na verdade, são assuntos. Por exemplo: violência contra a mulher, redução da maioridade penal, rombo da previdência privada, conflitos étnicos, crise de refugiados.

O interessante é se informar também sobre o contexto em volta destes temas e a parte da história que explica a sua formação. A grande maioria destes conflitos e debates tem raízes mais antigas e compreendê-las fará você ter um entendimento melhor de todo o assunto.