Quando trabalham em sinergia, as áreas de governança corporativa e governança de TI geram valor para o negócio de forma natural.

Para começar a estabelecer as diferenças entre governança corporativa e de TI, pensemos em uma simples analogia: estradas e carros.

Enquanto as estradas traçam os caminhos pelos quais devemos seguir, os carros nos levam até o destino desejado durante a viagem.

Guarde isso!

O que é governança corporativa?

Ao longo dos anos, muitos escândalos de gestão ocorreram no mundo dos negócios. Você já deve ter ouvido falar nas emissões de poluentes da Volkswagen, nas fraudes financeiras da Enron e em outros casos semelhantes.

Todo esse caos fez da governança corporativa uma necessidade. Esse conceito define, portanto, uma forma correta e ética de direção das empresas.

Dentro dos assuntos que dizem respeito à governança está a área de compliance, um conjunto de disciplinas que fazem cumprir as normas legais, as políticas e as diretrizes estabelecidas para o negócio.

Lembra da estrada? Pois é, a governança corporativa define objetivos e caminhos necessários e éticos para chegar lá.

De acordo com o Canal Comstor, a governança corporativa:

“É o sistema pelo qual as empresas são dirigidas e controladas a fim de especificar a distribuição de direitos e responsabilidades entre os diferentes participantes, tais como conselheiros, executivos, acionistas, entre outros. Um dos grandes objetivos é a proteção aos acionistas minoritários utilizando as melhores práticas, criando, assim, mecanismos de proteção, transparência, equidade, auditoria e responsabilidade corporativa.”

O que é governança de TI?

Por outro lado, a governança de TI garante instrumentos e ferramentas para que as diretrizes estabelecidas pela governança corporativa sejam cumpridas.

Para isso, existem algumas áreas fundamentais:

Alinhamento estratégico

Aperfeiçoamento da comunicação entre o lado corporativo da companhia e os líderes de TI por meio de relatórios, análise de cenários e estimativas de custos.

Entrega de valor

Certificar-se de que o departamento de TI faz o que é necessário para entregar os benefícios prometidos no início de um projeto ou investimento.

Gerenciamento de riscos

Uma maneira de gerir os recursos de modo eficaz é organizar sua equipe de forma mais eficiente. Por exemplo, por habilidades em vez de por linha de negócio. Isso permite que as organizações implementem profissionais para diversas linhas de negócio com base na demanda.

Gerenciamento de recursos

Uma boa prática é instituir um quadro formal de riscos, colocando algum rigor em torno de medidas, gerenciando e criando relatórios sobre o que é feito pela organização.

Mensuração de performance

Um método popular envolve a instituição de um Balanced Scorecard de TI, que examina a contribuição para alcançar os objetivos de negócio. Ele usa medidas qualitativas e quantitativas para obter respostas.

Tudo isso corrobora para que os sistemas de dados sejam reais, verdadeiros e transparentes. Permitindo, assim, uma tomada de decisão mais ágil, geração de valor para o acionista e segurança para o mercado.

O Business Intelligence (BI) está em alta e se refere ao processo de coleta, organização, análise, compartilhamento e monitoramento de informações que oferecem suporte a gestão de negócios. Certamente, deve estar em perfeito alinhamento com a governança de TI e a corporativa.

Ambas são importantes

Quando trabalham em sinergia, as áreas geram valor para o negócio de forma natural. Perceba que, além de estar em dia com as inovações tecnológicas, a governança de TI garante uma infraestrutura de alta performance e um ambiente seguro. É intuito dessa área transformar os processos em engrenagens que funcionem perfeitamente.

Em complementariedade, uma governança corporativa eficiente desenvolve uma cadeia operacional robusta para adotar novas metas — sempre ousadas e com maior capacidade de gerar receitas. Quando executadas da forma correta, todos os stakeholders ganham.

Fique ligado nas publicações do blog Mercado em Foco e explore as ementas do curso de Planejamento Tributário e Governança Corporativa! Essa especialização pode ser feita em Florianópolis e Tubarão. Com ela, você se aperfeiçoa com um conhecimento que vai acelerar sua carreira!