As funções do administrador financeiro em uma empresa estão aliadas a conhecimentos específicos que resultam em saúde financeira para a organização.

O administrador financeiro gerencia contas empresariais e coordena atividades de investimento. As tarefas típicas listadas em um currículo de exemplo incluem desenvolvimento de orçamentos, geração de relatórios, planejamento de metas financeiras, administração de atividades de folha de pagamento, preparação de demonstrações e pagamento de obrigações da organização.

A administração financeira é uma parte vital dos negócios por se preocupar com os recursos de uma organização. Ela também desenvolve o orçamento, prepara relatórios financeiros e está envolvida no direcionamento das atividades de investimento.

Neste post, listaremos as principais funções do administrador financeiro e você perceberá a responsabilidade que essa função carrega. O sucesso de uma empresa está diretamente ligado a este cargo e, para isso, não basta só amar o que faz: a boa formação e o conhecimento são essenciais.

As principais funções do administrador financeiro

Declarações financeiras

É de responsabilidade de um administrador preparar os relatórios financeiros mensais da empresa. O profissional geralmente mantém planilhas de todas as atividades financeiras da organização e as compila no relatório no final do mês.

O relatório detalha as entradas e as saídas de caixa da empresa, o que ajuda a estabelecer a responsabilidade no negócio.

O administrador financeiro também mantém toda a documentação que suporta os números contidos no relatório, como faturas e recibos, para fins de auditoria.

São documentos importantes, pois, na hora da conferência, tudo deve estar alinhado com o andamento da organização.

Orçamento

Uma das principais responsabilidades de um administrador financeiro é elaborar o orçamento mensal da organização com base nos requisitos do negócio. Ou seja, inspirado no que a empresa comercializa, seja produtos ou serviços, o profissional prepara o orçamento mensal.

Como ele gerencia o caixa da empresa e está a par do seu uso, está em melhor posição para preparar o orçamento mensal. Ao desempenhar esse dever, mantém contato com os chefes de outros departamentos para descobrir se eles têm alguma necessidade suplementar para que possa fazer projeções de fluxo de caixa realistas.

Depois de preparar o orçamento, o administrador financeiro aloca a cada departamento o dinheiro necessário.

Suporte ao investimento

Um administrador financeiro também oferece apoio ao investimento, fornecendo informações relevantes sobre as finanças da empresa ou desenvolvendo uma carteira de investimentos.

O administrador lida com os recursos financeiros da organização para oferecer contribuições valiosas sobre a liquidez, as dívidas e as projeções financeiras, que auxiliam na tomada de decisões sobre investimentos.

Alternativamente, o administrador financeiro pode ter o poder de investir o excesso de caixa, mas deve aderir às políticas da empresa. Além disso, ele deve fazer uma divulgação completa das formas como aplicou o dinheiro.

Gestão de contas

O administrador financeiro gerencia os controles de caixa da organização, garantindo que o dinheiro seja aplicado adequadamente às metas de negócios. O profissional é responsável por coletar dinheiro relacionado às contas a receber da empresa, como pagamentos de devedores e receitas de aluguel.

Ele também paga os passivos da organização, como prêmios de seguro, pagamentos da previdência social e outras contas. Aprova solicitações de compras e desembolsos de caixa, além de refletir todas as transações da empresa em uma demonstração de fluxo que ele reconcilia regularmente para acompanhar o dinheiro.

São muitas informações e conhecimentos a serem adquiridos e que englobam as funções do administrador financeiro. Se você busca alcançar esse cargo de responsabilidade, pode se preparar com excelência em uma de nossas Unidades Universitárias, realizando o MBA em Gestão de Negócios.

Eis alguns dos importantes temas que são abordados pelo curso:

  • Visão global de finanças corporativas: o papel e as funções do administrador financeiro;
  • Mercado eficiente e mercado perfeito;
  • Fontes de financiamento;
  • Capital próprio e de terceiros;
  • Risco e retorno;
  • O Beta e o modelo CAPM;
  • Custos do capital próprio e do capital de terceiros;
  • Custo Médio Ponderado de Capital;
  • Estrutura de capital;
  • Ações e dividendos: avaliação de ações;
  • Critérios para classificação de projetos;
  • Noções de capital de giro e administração de estoques.

Não deixe de saber mais sobre o MBA em Gestão de Negócios da Unisul. Acesse o site do curso e confira as formas de ingresso!