O mercado de trabalho brasileiro para o gestor de produção industrial é amplo, por conta da formação altamente multidisciplinar e visão sistêmica. Um profissional deste ramo pode atuar em diferentes segmentos, como finanças, produção, recursos humanos, marketing ou mesmo desenvolvimento de produtos.

A busca por cursos do tipo graduação tecnológo, que fornece diploma de nível superior, aumentou bastante nos últimos anos por causa do tempo menor de formação e da pouca oferta de profissionais capacitados para atenderem a demandas específicas e urgentes da indústria no mercado de trabalho brasileiro para gestão da produção industrial.

Como a atividade produtiva é fundamental para assegurar o fluxo de produtos e serviços ao consumidor, a profissão é cada vez mais valorizada. A procura por profissionais capacitados e que tenham formação na área e conhecimentos ampliados das atividades (desde o planejamento até o gerenciamento de sistemas produtivos) é cada vez maior.

São indústrias de serviços, do setor automotivo, do ramo metal mecânico e até aquelas que crescem ao redor da cadeia do petróleo, procurando profissionais com visão holística e conhecimentos em produção industrial. Por isso, as empresas estão em busca de profissionais aptos a atuarem em posições de gestão de operações e de equipes multidisciplinares.

Estados e demandas

A maior demanda do mercado de trabalho brasileiro para gestão da produção industrial está em São Paulo, por conta de seu parque fabril instalado e das empresas que têm como parte de seus objetivos a profissionalização da gestão das atividades produtivas. Outros estados que precisam de profissionais da área são Paraná e em Santa Catarina, que receberam dezenas de indústrias nos últimos anos. A região Nordeste também traz boas perspectivas para os recém-formados. Regiões como Camaçari (BA) e Fortaleza (CE) são carentes de mão de obra especializada.

Um profissional que se especialize após a conclusão do curso e tenha experiência prática terá o nível de empregabilidade muito maior. O gestor de produção industrial competente irá construir uma carreira em todos os níveis hierárquicos das organizações e terá lugar como analista, supervisor, coordenador, gerente e, por fim, diretor.

Pronto para começar sua formação e enfrentar o mercado de trabalho brasileiro?