Com a necessidade de aumentar a eficiência na coleta e armazenamento de dados, ter um curso de especialização em Banco de Dados será um grande diferencial.

O curso de especialização em Banco de Dados é relativamente novo, mas seu conceito não.

“Nem tudo que pode ser contado conta, e nem tudo que conta pode ser contado”. A frase é atribuída a ninguém menos que Albert Einstein. Sendo de sua autoria ou não, a verdade é que hoje essas palavras ganham um novo significado com o surgimento do Big Data e da Ciência de Dados.

O volume de informações que geramos, coletamos e usamos no ambiente de negócio cresceu consideravelmente, trazendo consigo uma nova posição no mercado: a do especialista em Banco de Dados.

Mas o que exatamente ele faz? Mais do que isso, o que você aprenderá caso deseje se tornar um e fazer o curso de especialização em Banco de Dados? Acompanhe o post de hoje e descubra as respostas!

O curso de especialização em Banco de Dados e quem pode fazer

Esse curso de especialização desenvolve competências na área de Engenharia de Dados. Ele atualiza o estudante sobre as novas formas de organização, armazenamento e recuperação de grandes massas de dados.

Com o conhecimento adquirido no curso, o profissional poderá trabalhar não só na indústria de produção de softwares, como também será capaz de ocupar cargos como administrador de banco de dados, cientista e engenheiro de Big Data.

A especialização é voltada aos profissionais com conhecimento básico sobre banco de dados, compreensão básica de inglês técnico e noções avançadas em informática.

Grade curricular do curso de especialização em Banco de Dados

Administração de Banco de Dados

  • Introdução ao mecanismo de transações;
  • Gerenciamento de transações;
  • Recuperação de transações;
  • Problemas de concorrência;
  • Recuperação do sistema;
  • Recuperação de mídia;
  • Commit de duas fases;
  • Concorrência;
  • Bloqueios;
  • Deadlock.

Análise de Dados

  • Técnicas, tarefas e algoritmos de mineração de dados;
  • Processo de descoberta de conhecimento (KDD);
  • Técnicas de análises de dados;
  • Métodos de classificação;
  • Métodos estatísticos;
  • Redes neurais.

Aplicação de Banco de Dados

  • Stored Procedures; gatilhos; funções; execuções de scripts;
  • Definindo restrições de integridade e domínio dos atributos;
  • Criação de manutenção de esquemas de banco de dados;
  • Implantação do projeto de banco de dados;
  • Classificação e agrupamento de dados;
  • Combinando múltiplas consultas;
  • Utilização de sub-consultas;
  • Manipulação de Dados;
  • Consultas;
  • PLSQL;
  • PSQL.

Banco de Dados Nosql

  • Implementações sobre índice invertido;
  • Armazenamento massivo de dados;
  • Consultas baseadas em JavaScript;
  • Bancos orientados a documento;
  • Bancos orientados a grafos.

Estruturas de Dados Avançadas

  • Estruturas avançadas: árvores, hashing e índices invertidos;
  • Estruturas básicas: listas, pilhas e filas.

Introdução ao Banco de Dados

  • Modelo Lógico: mapeamento do modelo conceitual para o relacional;
  • Modelo Relacional: aspectos de manipulação e álgebra relacional;
  • Modelo Conceitual: diagramas entidade-relacionamento;
  • Modelo Relacional: restrições de integridade básicas;
  • Modelo Relacional: fundamentação teórica;
  • Projeto de um Banco de Dados Relacional;
  • Modelo Relacional: estrutura relacional;
  • Normalização.

Métodos e Práticas na Engenharia de Requisitos

  • Métodos para análise e reutilização de requisitos, centrados no usuário e não funcionais;
  • A qualidade dos requisitos, linguagens de especificação e gerência de requisitos;
  • Elicitação de requisitos, análise de fontes de informação e modelagem.

Otimização e Desempenho de Banco de Dados

  • Dimensionamento do sistema de arquivos para otimização da base;
  • Avaliação de planos de consulta;
  • Planos de consultas;
  • Técnicas de tunning;
  • Criações de índices;
  • Criações de visões.

Project Management Professionals

  • Gerenciamento de integração, escopo, tempo, custo e qualidade em um projeto;
  • Processos do gerenciamento de projetos e contextualização;
  • Apresentação do modelo de certificação PMP, seus requisitos e sua aplicação;
  • Gerenciamento de riscos, suprimentos e contratos.

Projeto de Banco de Dados não Relacional

  • Modelagem e implementação de base de dados utilizando modelos não relacionais;
  • Formulação de consultas para responder questões estratégicas;
  • Modelo Dimensional;
  • Bases NoSQL.

Projeto de Banco de Dados Relacional

  • Formulação de consultas SQL para responder perguntas específicas;
  • Modelagem relacional para um banco de dados;
  • Criação da base de dados via SQL;
  • Definição das regras de acesso;
  • Carga do modelo de dados.

Recuperação de Informação

  • Implementando sistemas de recuperação de informação;
  • Cálculo de score para similaridades de documentos;
  • Modelos de recuperação de informação;
  • Modelo espaço-vetorial;
  • Algoritmos de stemmer;
  • Modelo probabilístico;
  • Uso de stopwords;
  • Modelo booleano;
  • Modelo fuzzy.

Repositórios Analíticos

  • Modelo dimensional: conceitos, características e modelagem;
  • Processo ETL: extração, transformação e carga;
  • Modelo estrela e modelo floco de neve;
  • Data Warehouse: conceitos e definição;
  • Fatos, medidas e dimensões;
  • Introdução ao Big Data.

Segurança de Banco de Dados

  • Tendências tecnológicas em segurança da informação e comunicação;
  • Autenticação, controle de acesso, técnicas de ataque e defesa;
  • Sistema de gerenciamento de segurança da informação;
  • Fundamentos de segurança da informação e comunicação;
  • Dispositivos e mecanismos de segurança;
  • Auditoria de segurança da informação;
  • Segurança física, lógica e ambiental;
  • Política de segurança;
  • Gestão de risco;
  • Criptografia.

Sistemas Operacionais para Banco de Dados

  • Gerência de dispositivos e princípios básicos de hardware/software;
  • Gerência de Sistemas de arquivos, implementação, organização;
  • Sistema operacional na visão do usuário e na de projeto;
  • Conceitos e tipos de sistemas operacionais;
  • Objetivos do sistema operacional;
  • Avaliação de desempenho;
  • Gerência de memória;
  • Memória virtual.

Trabalho de Conclusão de Curso

  • Argumentação, coesão e coerência em relação à linguagem e ao conteúdo do trabalho de pesquisa;
  • Estrutura, organização e padrões formais para elaboração e apresentação;
  • Relato e comunicação de pesquisa científica.

Habilidades necessárias no curso de especialização em Banco de Dados

Embora as responsabilidades de trabalho variem, quem faz o curso de especialização em Banco de Dados geralmente realiza programas de análise e trabalha em estreita colaboração com outros profissionais para ajudar as organizações a obter informações acionáveis.

Eles também podem solucionar problemas e otimizar sistemas e softwares envolvidos em pipelines. Para fazer o curso, é necessário um conhecimento básico trabalhando com Banco de Dados baseados em SQL e Hadoop, bem como a capacidade de programar em R e Python.

Com cada vez mais coisas disponíveis em formato digital e a necessidade de decisões baseadas em informações inteligentes, espera-se que quem possui o curso de especialização em Banco de Dados se destaque no mercado nos próximos anos.

E você, vai ficar de fora? O curso de especialização em Banco de Dados da Unisul está com vagas abertas. Faça sua inscrição agora mesmo!