O sucesso da realização cinematográfica depende do conhecimento de todas as etapas de produção de um filme.

O curso de Produção Multimídia da Unisul associa competências teóricas e necessidades do mercado, dando, assim, autonomia ao aluno para trilhar o seu próprio caminho – seja em uma empresa formal ou na sua própria produtora.

Independentemente da escolha, a Universidade preza pela excelência dos conteúdos apresentados e pela forma de avaliação de seus estudantes. Na Unisul, por exemplo, existe uma metodologia específica para potencializar o aprendizado de determinadas disciplinas: as certificações, que são formadas por conjuntos de temas que desenvolvem competências específicas.

Com o objetivo de apresentar mais um pouco do curso para você que considera a segunda graduação ou a primeira especialização na área, falaremos sobre realização cinematográfica, parte central do nosso tecnólogo em Produção Multimídia. Vamos lá?

O que é realização cinematográfica? 

A realização cinematográfica intitula muitos livros direcionados aos estudantes de Cinema, pois é a porta de entrada para essa área de conhecimento.

É o momento em que definimos os tipos de linguagem que cabem na produção multimídia, como sonora, cênica e plástica; trabalhamos a composição artística e seus processos; estudamos o comportamento do mercado; e adentramos em temas mais técnicos, como a preparação de roteiros e as atividades de captação e manipulação do som e imagem.

A realização cinematográfica é tão basilar que essa certificação ocupa 420 horas do curso de Produção Multimídia da Unisul. Os conteúdos, como já deixamos a entender, são vastos e trabalham desde o cinema como indústria até os direitos autorais na era digital, passando por disciplinas como:

Cinema digital

A tecnologia de produção de sons e imagens para cinema digital. Equipamentos, processos, finalização e exibição na área de cinema.

Linguagem audiovisual

Conceitos de plano, tomada, cena e sequência. Campo e fora de campo. Composição. Continuidade. Tempo e movimento. Som e imagem.

Elaboração de roteiros para a multimídia digital

Pesquisa e ordenação de conteúdos. Uso da escrita dentro de padrões técnicos estabelecidos e discursos verbais adequados às características dos diferentes gêneros e veículos de comunicação. A estrutura do roteiro.

Áudio digital

Princípios básicos do som. Funcionamento e operação de equipamentos de captação digital. Softwares de tratamento de som. Produção, manipulação e incorporação do som em apresentações multimídia. 

Vídeo digital

Princípios básicos da imagem de vídeo digital. Funcionamento e operação de câmeras digitais. Formatos e sistemas. Produção, manipulação e incorporação das imagens de vídeo em apresentações multimídia.

TV Digital

A tecnologia de produção de sons e imagens para TV na era digital. Equipamentos, processos, finalização e exibição.

Prática de realização cinematográfica

Planejamento e criação de projeto e produto. Integração dos diversos conhecimentos concernentes à realização audiovisual.

Integrando etapas

Para obter sucesso na realização cinematográfica, é preciso conhecer os conteúdos que apresentamos acima e integrar os núcleos básicos de um filme: roteiro, produção e direção.

Como mostramos, o tecnólogo da Unisul passa por todas essas esferas, de forma integrada e dinâmica, trabalhando as competências teóricas e práticas dos alunos.

Porém, é no mercado de trabalho que as divisões acontecem. Para fazer um filme, áreas e tarefas precisam ser bem definidas. Portanto, precisamos ver qual é a responsabilidade de cada núcleo:

Roteiro

Equipe responsável pela história em sua forma cinematográfica. É comum que existam colaborações ao longo da escrita no cinema e na televisão.

O clássico Toy Story contou com quatro roteiristas, mas unir tantas cabeças na construção de uma mesma narrativa não é coisa fácil.

Produção

É o time que faz a coisa acontecer. São eles que transformam o roteiro em filme, pensando nos recursos para filmar cada cena, formando a equipe, o elenco e outras atribuições.

Pense na aclamada série Grey’s Anatomy. A equipe de produção é tão grande que existe uma produtora dedicada apenas para a montagem das cenas cirúrgicas.

Segundo o produtor executivo da série, Jim Parriot, são chamados médicos de verdade para as cirurgias da ficção. “Nós temos uma produtora médica incrível, a Linda Klain, que monta essas operações e traz cirurgiões reais para que o trabalho árduo que você vê, na maioria das vezes, seja um cirurgião real em ação”, explica.

Direção

Enquanto a produção cria a possibilidade de o filme existir, a direção tem a tarefa de transformá-lo em algo mágico.

E aí, gostou? Imagine estudar temas interessantes como esses por apenas dois anos. O melhor é que você terá um diploma com a mesma validade de bacharel e uma ampla gama de conhecimentos teóricos e práticos.

Conheça o curso de Produção Multimídia da Unisul agora mesmo!