Você sabia que as áreas de Engenharia estão entre as profissões com maior empregabilidade no Brasil? A chamada “taxa de ocupação” para os profissionais formados ultrapassa os 90%, além de aparecer entre as mais bem remuneradas do País, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Acontece que querer ser um profissional de engenharia, simplesmente por ter afinidade por cálculos e física não é o bastante. São 34 habilitações em Engenharia credenciadas junto ao Ministério da Educação (MEC) que diferem muito em suas grades curriculares e campos de atuação. Algumas lidam com biologia, outras, são completamente focadas em química.

Entenda as diferenças entre os 34 tipos de engenharia lecionados hoje no Brasil: 

1 – Engenharia Acústica

É a área voltada para o desenvolvimento de sistemas eletroacústicos, que determinam intensidade de vibrações e ruídos, e de técnicas para diminuir a poluição sonora. Também atua na criação e manutenção de equipamentos para análise de ondas sísmicas e na sonorização de espetáculos.

2 – Engenharia Aeronáutica

Também conhecida como Engenharia Aeroespacial é o ramo que trabalha com o projeto e manutenção de aeronaves e satélites. Esta área também atua diretamente na construção de aeroportos, gerenciamento de tráfego aéreo e planejamento de linhas comerciais.

3 – Engenharia Agrícola

Em algumas universidades é conhecido como Engenharia de Agronomia ou apenas Agronomia. O engenheiro agrícola desenvolve e gerencia todos os processos agropecuários – desde a produção/plantação, abate/colheita, destinamento de resíduos, esgotamento do solo, projetos de sustentabilidade e até no comércio e transações referentes à produção agropecuária.

4 – Engenharia em Agrimensura

É o ramo responsável pelo levantamento, medição e tratamentos de dados topométricos, geodésicos, hidrológicos e batimétricos para a criação de obras de infraestrutura, sistemas de saneamento, demarcação de áreas de preservação ambiental entre outros.

5 – Engenharia Ambiental

É uma área da engenharia mais voltada para o desenvolvimento sustentável dos recursos naturais. Ele desenvolve técnicas que avaliam e promovem a preservação do solo, água e ar. Também é responsável pelo projeto e operação de sistemas de água e esgoto e reciclagem.

6 – Engenharia de Alimentos

A Engenharia de Alimentos é o ramo que se ocupa do desenvolvimento e do teste de formulações, fabricação, conservação, armazenamento e transporte de alimentos industrializados com origem vegetal ou animal. É este engenheiro que determina o valor nutricional de alimentos, assim como o sabor e a consistência que os produtos terão.

7 – Engenharia de Aquicultura

É a área que desenvolve técnicas de execução e supervisionamento da criação de organismos aquáticos em cativeiro, como peixes, moluscos, plantas e crustáceos. Ele também atua nos processos de conservação destes produtos.

8 – Engenharia Biomédica

A Engenharia Biomédica atua no projeto, desenvolvimento e manutenção de equipamentos médicos e odontológicos. Também trabalha na criação de softwares para a otimização de máquinas e processos de profissionais da saúde.

9 – Engenharia Cartográfica

Esta área é responsável pela captação e análise de dados geográficos para a elaboração de mapas. A descrição de objetos e terrenos também é utilizada para a medição de fenômenos da superfície terrestre.

10 – Engenharia Civil

O engenheiro civil é o responsável pelo projeto, execução e gerenciamento de obras públicas e privadas – como casas, edifícios, viadutos, barragens, portos e estradas. Ele analisa tanto as características do solo, quanto de possíveis causadores de degradação como ventilação, insolação ou água.

11 – Engenharia da Computação

É a área da engenharia que desenvolve computadores e equipamentos periféricos, softwares e aplicativos para diversas aplicações. O engenheiro da Computação também pode trabalhar na implantação de serviços de telecomunicação, na criação de processos automatizados e em aplicações de inteligências artificiais.

12 – Engenharia de Controle e Automação

A Engenharia de Controle e Automação é mais focada na criação, na execução e na manutenção de projetos de automação industrial. O profissional pode atuar também em áreas relacionadas à robótica.

13 – Engenharia Elétrica

É a área que trabalha com todo o processo de geração de energia – desde a geração, passando pela transmissão e distribuição até chegar à estrutura das residências e comércios. Este profissional também atua no planejamento, na supervisão e na execução de projetos para otimizar e medir potências energéticas.

14 – Engenharia de Energia

Este ramo da engenharia se preocupa com o desenvolvimento de vários tipos de energia renovável ou não – como hídrica, eólica, biomassa, solar, gás natural, urânio, petróleo entre outras. O trabalho acontece desde o planejamento até a execução de sistemas de geração, transmissão, distribuição e utilização desta energia pelo consumidor final.

15 – Engenharia Física

Este é um dos tipos de engenharia mais novos no país. O profissional atua diretamente na aplicação de conceitos físicos para a criação de novos materiais e equipamentos. O engenheiro físico é responsável por testes em diversas áreas para melhorar e modificar máquinas.

16 – Engenharia Florestal

Esta é outra área da física responsável pela sustentabilidade do meio ambiente, neste caso mais especificamente dos recursos florestais. A atuação está centrada na avaliação e na criação de projetos para o aproveitamento da flora sem causar danos ou perdas ao habitat.

17 – Engenharia Hídrica

O engenheiro hídrico trabalha na exploração e gestão dos recursos hídricos disponíveis. Ele auxilia no planejamento e utilização de bacias hidrográficas e no manejo da água para atividades industriais, urbanas e agropecuárias.

18 – Engenharia de Horticultura

O cultivo de plantas ornamentais, aromáticas, medicinais, leguminosas, frutas e verduras é o principal objeto de trabalho do engenheiro horticulturista. Ele pode aplicar seus conhecimento na silvicultura ou na produção agroindustrial.

19 – Engenharia Industrial

Esta área da engenharia é responsável pela estrutura industrial de uma empresa. Ela opera no gerenciamento e na implantação de todos os processos básicos, como maquinário, redes de água, luz e gás de uma fábrica.

20 – Engenharia de Materiais

Este ramo é voltado para a pesquisa e a análise de novos materiais ou de modificações de materiais já existes para usos comerciais e industriais.

21 – Engenharia Mecânica

Esta é uma das engenharias mais tradicionais. Cuida do desenvolvimento, projeto e construção e manutenção de maquinário, equipamentos, veículos, ferramentas e sistemas de aquecimento e refrigeração.

22 – Engenharia Mecatrônica

Semelhante à Engenharia de Controle e Automação por também atuar no desenvolvimento e na execução de automação industrial. Este ramo, no entanto, é mais focado no projeto, na operação e na manutenção destes equipamentos.

23 – Engenharia Metalúrgica

Os minérios como o ferro, manganês, bauxita e zinco são o instrumento de trabalho do engenheiro metalúrgico. Ele atua na transformação deste material em metais e ligas metálicas, o que permite a sua utilização em diversos tipos de indústrias.

24 – Engenharia de Minas

Este ramo da engenharia trabalha na busca e análise de jazidas minerais, assim como a pesquisa, extração e aproveitamento de diversos tipos de recursos minerais existentes.

25 – Engenharia Naval

Direcionada para o mar, a Engenharia Naval lida com o projeto, a construção e a manutenção das estruturas de embarcações e seus equipamentos. Seu escopo de trabalho envolve desde lanchas privadas até grandes embarcações importadoras e plataformas.

26 – Engenharia de Pesca

Diferentemente da Engenharia de Aquicultura, esta habilitação lida com o cultivo e a captura de peixes, moluscos e crustáceos em seu ambiente natural. O profissional atua no estudo e na otimização da extração, na produção e industrialização dos produtos provenientes destes animais.

27 – Engenharia de Petróleo e Gás

Este é um dos tipos de engenharia com maior rentabilidade, uma vez que lida diretamente com uma commodity muito importante: o petróleo. O engenheiro de petróleo trabalha na descoberta, análise e exploração de jazidas de petróleo e gás natural, assim como na produção e comercialização de produtos derivados deste material.

28 – Engenharia de Produção

A Engenharia de Produção une conceitos físicos e matemáticos com o conhecimento de gestão. Este profissional atua em indústrias e empresas de todos os setores para melhorar a produtividade através de uma integração mais suave entre equipamentos e máquinas com a mão de obra.

29 – Engenharia Química

O engenheiro químico é voltado para a criação e o desenvolvimento de transformações físico-químicas. Ou seja, ele utiliza pesquisa técnicas para a transformação de matérias-primas em outros tipos de produtos. Este profissional é um dos mais requisitados das engenharias porque é necessário em inúmeros tipos de indústria: têxtil, petroquímica, polímeros, papel e celulose, bebidas, farmácia entre outros.

30 – Engenharia Sanitária

É a área responsável pela construção, operação, otimização e ampliação de sistemas de água e esgoto em áreas urbanas e rurais. Os engenheiros sanitaristas também atuam na recuperação de áreas degradadas e na construção de barragens e reservatórios de água.

31 – Engenharia de Segurança do Trabalho

Esta habilitação tem como função assegurar a segurança do trabalhador e prevenir os acidentes no local e nas atividades relacionadas ao seu trabalho. Ele fiscaliza, elabora e avalia as instalações, materiais e processos de industriais para garantir o bem-estar dos funcionários.

32 – Engenharia em Tecnologia Têxtil e da Indumentária

O engenheiro em tecnologia têxtil projeta as instalações, os equipamentos e desenvolve as linhas de produção de tecelagens e indústrias de confecção de roupas. Ele é responsável principalmente pelo maquinário e não pela matéria-prima utilizada.

33 – Engenharia de Telecomunicações

Este ramo da engenharia trabalha no projeto, na utilização e na manutenção de estruturas, de equipamentos e de sistemas de telecomunicação. O profissional atua na análise dos cabeamentos, satélites, centros de transmissão e codificação de dados e na criação dos equipamentos.

34 – Engenharia Têxtil

Estes engenheiros atuam diretamente na cadeia produtiva da indústria têxtil. Ele atua em todo o processo: desde a fabricação dos fios, das fibras e dos tecidos, até a produção e a comercialização do produto final. É de responsabilidade destes profissionais garantir a qualidade em todos os processos como estamparia, tingimento, corte e costura.

Agora que você já conhece todas as opções é só ver qual mais se encaixa no seu perfil e seguir em frente!